[:pb]A evolução do release está no meio digital[:es]A evolução do release está no meio digital[:]

[:pb]A evolução do release está no meio digital[:es]A evolução do release está no meio digital[:]

[:pb]Publicidade e relações públicas podem ser ferramentas extremamente efetivas quando utilizadas da maneira correta, mas elas são, por definição, formas que levam a informação somente do interlocutor ao público. Já as mídias sociais, em uma via de duas mãos, são definidas pela possibilidade de converter e compartilhar informações dos dois lados.

A evolução do release está no meio digital

Inserido nesse contexto surge o Social Media Press Release, complementando e aprofundando tudo o que é apresentado no press release e ao mesmo tempo otimizando sua visibilidade com transparência e credibilidade sobre o conteúdo comunicado. Oferece a possibilidade da informação entrar no fluxo de comunicação em duas mãos.

E apesar da inovação em tecnologia, o press release se mantém como uma das melhores maneiras para comunicar sua mensagem. Mas escrever um press release para mídias sociais não é a mesma coisa que escrever o press release tradicional. E antes mesmo de se aprofundar, é importante notar que os social media press releases não substituem os tradicionais, eles se complementam – do mesmo jeito que as atividades em social e trabalho de campanha são melhores em conjunto com as iniciativas tradicionais em relações públicas.

O social media press release é uma contínua evolução, isto é, mesmo que seja feito de uma maneira que viralize e atinja um público ainda maior, a natureza das mídias sociais está a se mover tão rapidamente entre os usuários que o diálogo se torna orgânico. Por isso é necessário um acompanhamento real e instantâneo conforme o diálogo evolui  ao invés de esperar para ver o que acontece.

A seguir, vamos explorar o que define um SMPR, os maiores erros que podem ser cometidos no social media press release e como mensurar o sucesso de uma campanha social em engajamento e efetividade.

O que é o SMPR?

Independentemente se um press release é escrito para meios tradicionais ou para mídias sociais, se sua audiência não acha o conteúdo informativo, útil ou que não ajude, não importa o quanto você tente ou qual o formato dele – simplesmente não obterá sucesso.

A melhor maneira de definir o SMPR é como um release em mídias sociais que deve conter tudo o que é necessário para compartilhar e descobrir a história de um jeito que complemente seu conteúdo original; mas a diferença está em como serão encontradas as ferramentas de compartilhamento e transmissão. Social media é uma grande extensão da web, com a vantagem de promover vozes ativas, junto com conteúdo e focada em pessoas e seus círculos de influência.

Os avanços da internet e dos canais sociais fizeram com que o formato tradicional do press release se tornasse menos efetivo para os jornalistas, membros e assessores de imprensa e também os leitores que anseiam pequenos pedaços de informações sucintas e incorporadas em mídias sociais, links e multimídia para obterem melhor leitura e maior relevância. Quanto mais rápido, fácil e criativo o modo que você consegue enviar sua mensagem, maiores serão as possibilidades de impacto, compartilhamentos, retweets, e mais. 

Sem deixar nunca passar desapercebido o uso de palavras-chave. Elas irão ajudar na otimização das ferramentas de pesquisa e atingir seu objetivo mais rapidamente e com efetividade. Se tratando de um público abrangente e interessado, o SMPR deve fazer sentido individualmente para cada um dos principais públicos: jornalistas, bloggers e o mais importante, consumidores.

Elementos do SMPR

Uma vez que se está determinado a escrever um press release incorporando mídias sociais, já contando com conhecimentos do release tradicional, não será difícil trabalhar com os elementos que devem ser inclusos. Você pode falar com diferentes profissionais de relações públicas e eles irão apontar diversos lugares onde esses elementos podem ser inclusos no seu release, desde que estejam inclusos:

Headline: Simples e direto, focado. Vá direto ao ponto e sem necessidade de ser muito criativo. Algumas palavras-chave que devem fazer o trabalho bem feito.

Headline secundária (opcional): Se existe alguma informação extremamente importante que deve ser lida pelo público, insira depois do headline. Caso contrário vá direto para a visão geral.

Visão Geral: Um índice breve do release e sobre o assunto que será tratado. É aqui que está o gancho que irá fazer o leitor se interessar ou deixar de ler seu release, então mantenha em até 2 parágrafos, use as palavras-chave e coloque os pensamentos reais em cada sentença.

Corpo: A chamada carne do release. O corpo deverá ser a notícia, portanto não gere viés de dispersão e se atenha aos fatos ou ao o que é está sendo lançado. Pense como um jornalista e informe quem, quando, o que, onde, por que e como.

Fatos: Nesse ponto é preciso de informações de base ou dados estatísticos para dar suporte a tudo o que foi dito anteriormente. Essa informação deve ser facilmente compartilhável, caso alguém queira utilizar diretamente de seu release. É uma prova de veracidade e transparência.

Sobre a empresa: Uma breve biografia da companhia ou marca representada com link para o site oficial/profissional, feed no twitter e fanpage do facebook.

Links multimídia: O aspecto social do release. Aqui deve conter vídeos do youtube, imagens, RSS feeds e mais. Você não quer que as pessoas sejam afastadas da mensagem, o interesse está em ser visto como um recurso de utilidade.

Links relevantes: Esta é uma boa maneira de de promover sua marca e o que mais sua empresa tem feito. Se existem releases relacionados, coloque os links aqui. Enquanto esse produto em particular pode não ser exatamente o que se procura, o público pode se interessar por outros de seus produtos em releases.

Tags: Um dos mais recomendados métodos de compartilhamento, seja via mapeamento social de sites, hashtags do twitter ou fanpages do facebook.

Contato: Nunca esqueça de incluir seu nome, e-mail, twitter e outros contatos em web. Se você estiver disposto a inserir todas essas informações e defender seu release, dará ainda maior credibilidade ao que foi escrito. 

Como evitar erros

Enquanto os elementos que você se concentra são relativamente uniformes, também existem coisas que podem transformar seu social media press release em lixo eletrônico ou atrair jornalistas, bloggers e clientes apenas uma vez sem retorno. Dentro desses erros podemos listar:

Um release que é muito focado em somente sua marca e deixa de lado o produto ou serviço a ser oferecido. Solução: deixe para que o usuário conheça  sua empresa quando entrarem para visitar o site oficial/profissional.

Seu conteúdo é repleto de linguagem técnica ou termos específicos demais para se tornar um diálogo compartilhável. Solução: privilegie a informação acima de tudo.

Se o release foi escrito para uma audiência ampla em oposição à bloggers e consumidores específicos. Solução: mantenha o foco no público que deve ser atingido.

O foco de um press release tradicional está no lançamento de um produto ou em colocar um produto em contato sazonal com o público, tendo como objetivo conseguir a impressão de uma notícia em meios tradicionais ou digital. Já um a campanha social não somente envolve essas etapas como também quer lançar um novo componente em social, seja ele um site, vídeo tutorial no youtube ou algo do tipo. Quanto melhor sua presença em social mídia, mais pessoas irão querer testar seu produto.

Distribuição do release

A distribuição é fator vital para o sucesso do press release. Existem muitos serviços pagos ou gratuitos oferecidos para os profissionais de relações públicas, mas o que deve realmente ser levado em conta é o alcance que se procura para a campanha. É feito para cobrir o território nacional? Você quer bloggers ou jornalistas tradicionais? O objetivo é ser uma notícia momentânea de alto impacto ou uma campanha com interesse de se tornar viral? Esses são pontos cruciais para a definição de como será feita a distribuição de uma campanha. Já em termos de mídias sociais, entretanto, o processo é um pouco diferente. 

A efetividade dos social media press releases é inquestionável, mas também é uma boa ideia colocar conteúdo em canais onde os usuários demonstram interesse pelo assunto tratado. A questão principal é: SMPR não podem ser “distribuídos”. O que acontece é que eles podem ser encontrados por ferramentas de busca e também compartilhados. Muitos releases tipo multimídia se acomodam em sites de vendas, mas se não existe uma distribuição real, é melhor ter esse bom conteúdo atraindo tráfego para seu próprio site.

Assim, a partir do momento em que o social media press release não pode ser distribuído por meios tradicionais, ser inerentemente compartilhável se torna sua maior necessidade.

Mensuração de engajamento e follow up

É quase impossível medir o sucesso de um SMPR sem configurar um determinado tipo de mensuração, o que exige ser feito antes mesmo do envio do release. Em primeira instância são 3 tipos de mensuração com foco em qualquer campanha em social, sendo elas qualitativa, quantitativa e em ROI. Para os diretores de marketing deve haver maior interesse sobre ROI, porém, para os profissionais de relações públicas e assessorias de imprensa a mensuração qualitativa e a quantitativa são as que mais importam.

Com o foco em RP, o interesse é não somente saber quem está compartilhando a informação do release, mas como também como eles estão fazendo isso. Logo, em termos quantitativos, é tudo sobre alavancar o número de likes no facebook, retweets e outros. E da perspectiva qualitativa a mensuração é feita para descobrir o que estão dizendo sobre seu conteúdo, para que assim se tenha um direcionamento sobre o diálogo produzido.

Uma das maiores coisas que deve ser feita por um profissional de RP e assessorias de imprensa quando escrevem um social media press release é gerar engajamento. Assim como se deseja que consumidores, jornalistas e bloggers compartilhem ativamente o seu produto e se interessem para mais, a chave para a mídia social é produzir uma conversa em duas mãos. Se algum usuário pergunta algo sobre a campanha ou produto, trate de responder rapidamente, isso só irá beneficiar a imagem do seu cliente. Se alguém quer saber onde encontrar mais informações, mande uma mensagem direta direcionando para o site da marca ou empresa.

A dinâmica do universo digital é composta por usuários que querem levar suas dúvidas para posts no facebook ou twitter e assim receber respostas instantâneas. Logo, o papel das relações públicas na web é fazer com que o consumidor se sinta VIP de um jeito a acrescentar um toque pessoal a cada resposta. Porque, de um lado, as campanhas em mídias sociais podem ser mais baratas do que a publicidade tradicional e isso pode ser uma ótima alternativa para empresas menores que buscam competir com os grandes. Mas se não houver engajamento e profissionalismo pode custar alguns consumidores.

Fonte: http://www.comunique-se.com.br

 

 [:]

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Preciso potencializar minhas vendas!