Como deixar seu e-commerce mais rápido

Como deixar seu e-commerce mais rápido

Como deixar seu e-commerce mais rápido! Ao realizar uma compra na internet, quanto tempo você espera para que a página carregue? Seja sincero, se o site for lento, você simplesmente desiste dele. E isso não é um comportamento exclusivo seu. Pesquisas apontam que a maioria dos internautas exige que o site esteja completamente carregado em dois ou até três segundos, no máximo. Além disso, revelam que sites lentos dispersam a atenção das pessoas. Ou seja, seu e-commerce precisa ser rápido para garantir que o usuário permaneça nele e tenha uma boa experiência. Assim a taxa de conversão da sua loja online aumenta.

Uma das minhas preocupações e da minha equipe na Trezo, ao elaborar o e-commerce para os clientes, é justamente a velocidade do site, pois ela impacta diretamente em dois pontos: melhora a taxa de conversão e de avaliação no ranking do Google, quer dizer, favorece o posicionamento da página nas buscas orgânicas.

É preciso se atentar a uma série de fatores, pois qualquer segundo faz diferença. E, vale frisar, uma loja online rápida é sinônimo de vender mais. Abaixo estão oito maneiras que você mesmo pode fazer ou pedir a um profissional especializado para dar um “up” na velocidade do seu e-commerce.

1) Otimize as imagens

Acusadas de serem as principais responsáveis pelo tempo de carregamento das páginas, elas devem ser otimizadas para a web, em tamanho pequeno, mas sem perder a qualidade. Especificar a altura e a largura para imagens também é importante, pois fará com que a página e as imagens carreguem simultaneamente.

2) Reduza o tamanho da página

Atenção com os elementos da página, em especial com arquivos Java Script, CSS e imagens. Evite incorporar grandes objetos ou imagens em uma página e assim você diminui o kb (unidade de medida). Para verificar o tamanho do seu site, salve a página no computador como uma pasta de arquivo de web, a partir do browser, e veja o tamanho da pasta. 

3) Utilize CDN

A Content Delivery Network (CDN) ou Rede de Distribuição de Conteúdo garante que você ofereça ao seu usuárioconteúdo com agilidade e estabilidade, pois, como o próprio nome diz, possibilita a distribuição do conteúdo por meio de armazenamento em cache em diversos servidores. Essencial, principalmente, para quem tem clientes em todo o mundo.

4) Escolha servidores rápidos para a hospedagem

Opte por um fornecedor para hospedar o seu site que combine servidores, tecnologia, seja rápido e, consequentemente, atenda às necessidades de tráfego do seu e-commerce.

5) Use sistema de cache

Certifique-se de que o cache está habilitado para garantir o armazenamento de dados ou processos. Assim, o navegador salva a estrutura básica das páginas diminuindo o tempo de download delas em exibições futuras.

6) Reduza o número de requisições

Facilite a comunicação dentro da sua página fazendo com que o browser e o servidor conversem e encontrem rapidamente a informação solicitada pelo usuário. Para isso, diminua o número de request (requisições), assim o browser não precisar ir e voltar muitas vezes até encontrar a informação. Deixe as requisições que bloqueiam o carregamento da página por último.

7) Evite redirecionamentos

Cada direcionamento incluído no site é como um pedido separado para o servidor o que aumenta o tempo de carregamento da página. Portanto, evite redirecionamento em excesso. 

8) Acompanhe a performance do site

Por meio de uma ferramenta de análise, como o Google Analytics, analise o passo a passo do cliente e verifique os possíveis erros da página. Aproveite também para acompanhar a velocidade do seu e-commerce e melhorar, se necessário. Entre as ferramentas possíveis para isso estão Pingdom, YSlow do Yahoo, e Insights PageSpeed do Google.

Fonte: http://www.administradores.com.br

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Preciso potencializar minhas vendas!