Como o marketing digital pode se tornar ferramenta de crescimento para as PMEs?

O marketing digital já é visto, há alguns anos, como parte fundamental das estratégias de comunicação de empresas de todos os portes.

Atualmente, com a ampliação do acesso à internet, públicos de todas as faixas etárias, classes sociais e níveis de instrução utilizam a web como uma ferramenta social, criando um cenário que subverteu não apenas a comunicação interpessoal, mas também a comunicação entre as marcas e seu público.

Este cenário é particularmente favorável às pequenas empresas, pois diferentemente da comunicação de massa, na internet a compra de mídia não é a única forma de falar com o seu público. Pelo contrário, na web a criatividade muitas vezes é mais importante do que as próprias verbas disponíveis. Conceitos como curadoria de conteúdo, reviews de produtos, crowdsourcing e o próprio remarketing fazem com que pequenos investimentos tenham a possibilidade de proporcionar grandes alcances de audiência.

Neste cenário, o marketing digital se torna uma importante ferramenta para o crescimento das PMEs. A seguir, apresentamos algumas dicas para que você possa adequar suas estratégias ao digital e tirar o máximo de proveito das mídias disponíveis nesta plataforma.

Tenha os usuários como filtros de conteúdo

Como dito anteriormente, a internet é atualmente uma ferramenta social, com as redes sociais no centro deste fenômeno. Este caráter da web faz com que os usuários, ao longo da sua utilização cotidiana da rede, realizem involuntariamente uma espécie de curadoria de conteúdo da internet como um todo.

No ambiente digital, há um conceito fundamental chamado crowdsourcing, sobre o qual está calcada a dinâmica atual da rede. Em tradução livre do conceito, crowdsourcing significa a “coletividade como fonte”. Ou seja, é o próprio público quem determina o que é bom ou ruim online. Mas como as empresas, especialmente as PMEs, podem tirar proveito deste conceito?

Seja relevante e multiplique o alcance das suas mensagens

Quando uma marca consegue realmente entender seu público, ela começa a gerar conteúdo relevante para ele. Este conteúdo, por sua vez, vai gerar engajamento entre os usuários que vão se identificar com ele.

É aí que começa a possibilidade de multiplicar o alcance das suas mensagens na web. Veja alguns exemplos de formas como o engajamento pode reduzir e até minimizar a sua necessidade de investimento em compra de mídia:

Tráfego de buscadores

A ordem dos resultados de sites de busca, como o Google, é quase que totalmente baseada no crowdsourcing. Explicando de forma simples e resumida, quanto maior for a quantidade e a qualidade dos links que apontam para o seu conteúdo, maior será a probabilidade das suas páginas estarem entre os primeiros resultados para as buscas por termos relacionados ao seu produto ou serviço. E estar bem posicionado nos buscadores é garantia de ver os acessos ao seu site se multiplicarem.

Tráfego de links patrocinados

Nem sempre é possível estar entre os primeiros resultados do Google, especialmente para aqueles que estão iniciando na web. Então é muito comum que as marcas recorram aos links patrocinados para geração de tráfego para os seus sites.

Entretanto, mesmo nos links patrocinados, em que ocorre a compra de mídia, o crowdsourcing é ainda um fator importante. A definição dos valores pagos neste modelo é feita através de algoritmos que envolvem diversas análises. E uma das mais importantes é o CTR (click-trough rate), ou taxa de cliques. Resumindo, isto significa que quanto mais cliques o seu anúncio tiver, menor será o valor que você irá pagar por cada um destes cliques.

Mais um exemplo de como o comportamento coletivo dos usuários em relação ao seu conteúdo pode reduzir os seus custos com marketing.

Redes sociais

As redes sociais são plataformas totalmente baseadas no crowdsourcing, pois todo o conteúdo disponível nelas é alimentado pelos próprios usuários. Além disso, no caso das marcas, as interações dos seus seguidores funcionam como uma espécie de curadoria de conteúdo.

Vamos usar como exemplo o Facebook, que é a maior rede social da atualidade. Nesta plataforma, as interações dos usuários com os conteúdos das marcas (curtidas, comentários e compartilhamentos) são fatores que atuam diretamente sobre a ampliação do alcance das postagens na rede. Ou seja: quanto mais interações, automaticamente mais usuários terão a publicação exibida em suas linhas do tempo.

A internet é um cenário onde a qualidade do conteúdo leva diretamente ao aumento de audiência. E este aumento é virtualmente ilimitado, pois quando um conteúdo viraliza na web, sua propagação atinge proporções gigantescas, sem a necessidade de compra de mídia.

Por outro lado, a concorrência também está online, e todos estão em busca da atenção do público. Você pode até não precisar investir em mídia, mas isto não significa que o marketing digital seja algo que não demanda investimentos. É preciso investir em profissionais capacitados para gerar e manter os conteúdos de qualidade que você precisa, bem como para interagir adequadamente com o público e mensurar todos as ações de forma precisa, possibilitando investimentos cada vez mais otimizados.

E você, já está tirando proveito das possibilidades que o marketing digital oferece à sua empresa?

 

fonte: http://blog.dnadigital.com.br

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Preciso potencializar minhas vendas!