Dicas sobre Storytelling e Marketing

Dicas sobre Storytelling e Marketing

Dê uns tempos para cá, o termo storytelling tem aparecido com muito mais frequência do que no passado, você já percebeu?

Pois então, grande questão é que muitos podem nunca terem percebidos, mas profissionais no marketing são grandes contadores de história.

Não tem como vender um produto ou um serviço, sem contar uma história que engaje o público a acreditar que o que você está vendendo é, realmente, bom!

Isso não é algo de agora. Faculdades de publicidade de todos os cantos do mundo sabem disso e já ensinam aos seus alunos.

O que tem acontecido é que, no marketing digital, algumas estratégias e ações estão sendo baseadas no “marketing tradicional” até porque funciona. Então, de vez enquanto você irá se perguntar:

“Ué, mas eu já vi essa técnica em algum lugar!”

Pode ter a absoluta certeza de que você já viu mesmo!

O que o Mestre do Adwords quer apresentar hoje para você são dicas sobre dicas sobre Storytelling e Marketing que talvez você ainda não saiba.

Na verdade, acreditamos que você possa até ter ouvido falar sobre uma coisa aqui e outra ali, mas não tenha conseguido maximizar e ligar os pontos, sabe?

Menos sempre será mais!

Toda vez que você estiver contando uma história para convencer uma pessoa sobre a qualidade do seu produto ou serviço, evite ficar falando por horas e horas.

É normal, você se deparar com marcas que gravam conteúdos de 30 minutos ou mais. No entanto, será que eles são assistidos da forma com que elas gostariam ou planejaram?

A gente fala isso por experiência própria e não para te desestimular a criar vídeo de vendas, por exemplo.

Achamos muito melhor você ser rápido, sucinto e objetivo do que “florear” muito e acabar não concluindo a ação que deseja.

Opte por menos tempo gasto para adquirir a informação, mas com uma riqueza de detalhes tão impressionante que acaba conquistando em pouco tempo.

Tome muito cuidado para não ficar abordando o mesmo item mais de uma vez, pois isso torna o diálogo repetitivo e faz com que você não aproveite a atenção do seu público como deveria.

Procure criar um roteiro, seja para um vídeo ou para a produção de um conteúdo, onde seja possível abordar o maior número de itens possíveis em um curto espaço de tempo. Isso irá lhe garantir mais eficiência na comunicação.

Tenha uma cronologia na história

Contar uma história parece algo simples, algo que qualquer pessoa pode fazer. No entanto, é preciso sempre manter uma coerência lógica no instante em que se está contando uma narrativa.

Todos nós sabemos contar uma história ou um fato, mas o que difere um bom marqueteiro das pessoas comuns é como ele apresenta os fatos e abre possibilidades em cada etapa do processo.

Por exemplo, ao contar uma situação, nem sempre lembramos de todos os detalhes ou ações de uma só vez, não é mesmo? Por vezes, nos pegamos voltando para contar algo esquecido ou deixado de lado.

Quando estamos trabalhando com storytelling e marketing isso não é bom de acontecer.

Você imagina o motivo?

Conforme você vai contando a história, você vai vencendo objeções e convencendo de que o que você está falando é real, é verídico e que por esse motivo, seu público deve confiar em você. Ou seja, a cada etapa da narração você rompe uma barreira e avança um obstáculo, concorda?

Pois bem, se a todo o momento você retorna para contar algo ocorrido na etapa passada, você retrocede no processo e perde os pontos já ganhos.

Sabendo disso, sua missão é avançar sempre, causando euforia e interesse máximo em praticar a conversão.

Saiba, exatamente, do que está falando

Pode parecer uma grande bobagem falar sobre esse item, mas para que você consiga contar uma história e para que ela passe uma verdade, será preciso que você entenda muito bem sobre o assunto que está falando.

Já vimos e você também deve ter visto, vídeos de propagandas onde um personagem é colocado para contar uma situação e fica muito nítido de que aquelas informações foram decoradas, a ponto de não passar um pingo de verdade em sua fala.

Você também já percebeu isso?

Na verdade, infelizmente, isso é muito mais comum do que você pode imaginar!

Será necessário que você saiba muito bem do que está falando para que você possa contar uma história verídica, entende?

O seu olhar, a forma com que você pronuncia as palavras e até mesmo o seu jeito em frente às câmeras conseguem passar toda a realidade dos fatos, ou seja, se o que você está falando realmente aconteceu com você ou se é um fato inventado.

Lembre-se sempre que storytelling funcionam, desde de que o que você esteja apresentando seja completamente real!

Conheça para quem você está falando

Por fim, para que você consiga criar uma história que engaje, será necessário que você conheça muito bem com que você está falando. Isso porque, cada tipo de público tem um jeito de se expressar e até mesmo de entender o que você tem a dizer.

Estude muito bem quem são as pessoas que te acompanham e que tem um interesse pelo que você tem a dizer, isso irá te ajudar a transmitir a ideia com mais simplicidade e veracidade.

O que mais prejudica é o tipo de linguagem, sabia? Por vezes, o seu público irá esperar que você seja mais formal e por outras, que você seja muito mais descontraído!

Caberá a você identificar o melhor formato de comunicação!

Fonte: http://mestredoadwords.com.br

 

 

Fechar Menu
Como podemos ajudar ?