Vídeo Marketing para ecommerce: veja como acertar nessa estratégia de vendas

Vídeo Marketing para ecommerce: veja como acertar nessa estratégia de vendas

Benefícios do vídeo marketing para ecommerce

Não é à toa que as lojas online estão apostando cada vez mais em recursos audiovisuais. Mas vamos entender as vantagens.

SEO e ranqueamento

Para que o consumidor compre na sua loja virtual, em primeiro lugar ele precisa chegar até ela. Isso significa que seu site precisa alcançar um bom posicionamento nos mecanismos de busca.

E nós sabemos que, para chegar à primeira página do Google, é preciso usar alguns truques — as técnicas de SEO (Search Engine Optimization).

E como o vídeo se encaixa nessa necessidade?

O algoritmo do Google está evoluindo constantemente. Ele têm identificado fatores que revelam se o usuário da web teve uma boa experiência no site para considerá-lo relevante.

Por isso, esse buscador tem dado cada vez mais espaço para páginas que apresentam dados em formato audiovisual. O fato de esse tipo de conteúdo ser querido pelos visitantes o torna muito relevante, além de aumentar o tempo de permanência na página.

O resultado do vídeo marketing para ecommerce é impressionante: um link pode ter 53 vezes mais chances de aparecer na primeira página do Google se ele exibe um vídeo!

Portanto, os vídeos são um método certeiro para aparecer nos resultados de pesquisa e atrair consumidores para o seu site.

Melhora a experiência de compra

Ninguém tem dúvidas de que o comércio virtual facilitou muito a compra de produtos. Afinal, não importa se você está fazendo uma pesquisa séria para seu trabalho, navegando aleatoriamente ou até stalkeando seus contatos quando, de repente, o produto dos sonhos aparece na sua tela.

Mas nem sempre, depois de ceder à tentação e clicar no link, os internautas fazem a compra. Por que isso acontece?

Não existe um único motivo, mas o fato é que não poder ver, tocar e experimentar o produto deixa alguns usuários em dúvida. Não saber como o produto funciona (ou até se funciona), além de vê-lo em situação de uso pode inibir o desejo de compra.

Nesse sentido, o vídeo marketing para ecommerce melhora a experiência de compra. O consumidor pode ver o produto funcionando, quando se trata de um equipamento, por exemplo.

Já no caso de roupas, sapatos, acessórios e outros produtos que apelam para a vaidade, o efeito é outro. A pessoa vê o caimento, os diversos ângulos e até se imagina no lugar de quem está no vídeo. Isso pode ajudá-la a entender que aquela é a escolha perfeita!

Portanto, o vídeo marketing para ecommerce faz o consumidor “sentir o gostinho” de ter aquele produto. Isso desperta o desejo dele e torna a oferta irresistível.

Aumenta as conversões

Já vimos que o vídeo tira as dúvidas do consumidor. Como bônus, faz a pessoa imaginar uma realidade melhor com a compra do produto, aumentando seu desejo. Todo esse encantamento não poderia ter outro resultado — o aumento das conversões.

Por isso, os vídeos em sites de ecommerce estão se tornando uma tendência muito forte. Eles fazem o consumidor ter uma experiência de compra mais real, alavancando o faturamento desse tipo de negócio.

4 tipos de vídeos que viraram tendência

Quando se fala em vídeo marketing para ecommerce, alguns tipos se destacam nesse cenário. Cada um deles tem uma função diferente. Por isso, é importante conhecer essas opções.

Vídeos de produtos

O vídeo de produto é aquele que mais tem cara de “propaganda”, assim como um comercial de TV. Ele mostra as características, destaca as vantagens e faz o consumidor perceber um valor na sua oferta. Como o exemplo aqui em baixo:

No site, seu vídeo pode ter uma duração maior, que permite uma explicação mais detalhada do produto. Além disso, ele permite inserir animações e outros recursos que tornam uma tecnologia ou inovação mais compreensível para o público alvo.

Vídeos tutoriais

Nem sempre o consumidor tem dúvidas quanto à qualidade do produto. Pode ser que ele deixe de comprar porque acredita que não saberá usá-lo.

Os vídeos tutoriais acabam com esse problema. Eles mostram o passo a passo de como usar e obter todos os benefícios que uma mercadoria oferece.

Vamos pensar em um exemplo: maquiagem. Sim, existe quem não saiba usá-la para garantir o efeito desejado.

Mas se o site mostra um tutorial de como fazer uma make de festa — ou de balada, ou de dia-a-dia — incrível com aqueles produtos, as chances do consumidor perder o medo e apostar naquela compra são muito maiores.

O grande diferencial do tutorial é que ele atende uma necessidade da persona. Ela quer descobrir como fazer algo para solucionar seu problema, e a sua empresa chega com uma solução.

Um exemplo é esse vídeo sobre bricolagem, que mostra como fazer um objeto para decorar a casa.

E para atender a própria necessidade, o consumidor vai precisar do produto que sua empresa oferece. A loja conquista o cliente, que soluciona seu problema e também faz a venda.

Unboxing

Pode ser que a persona tenha várias opções de produtos que atendam às necessidades dela. Sabe qual marca vai ganhar essa batalha? A que conseguir despertar o desejo de compra!

Vídeos que trazem o unboxing têm justamente essa função. Eles fazem o consumidor imaginar aquela experiência: a de receber o novo produto, abrir uma embalagem diferenciada, ter as primeiras sensações, desvendar seus recursos, como nesse exemplo do canal do Magazine Luiza.

Outra opção é incentivar seus clientes a divulgarem suas próprias experiências de unboxing por meio de hashtags e publicar as mais interessantes no seu site. É uma ótima forma de conseguir engajamento e usar o depoimento de pessoas reais para encantar outros interessados.

Vídeos de auxílio ao cliente

Aqui temos outro exemplo de vídeo que atende uma necessidade do cliente. Nesse caso, o conteúdo vai ajudar o cliente a extrair o máximo de benefícios de um produto.

Por exemplo: lojas de vestuário podem mostrar para o cliente como usar peça em diferentes ocasiões — trabalho, look casual para o lazer, happy hour, balada etc.

Quando a empresa faz isso, ela ajuda o cliente a encontrar soluções a partir daquela compra, fazendo ele perceber que se trata de um bom investimento.

Vídeos com influenciadores

Consumidores podem ser bastante desconfiados. Por isso, quando você fala bem do seu produto, ele pode ter uma certa reserva. Afinal, quem está vendendo uma mercadoria não vai destacar seus pontos negativos, não é mesmo?

Então, que tal apelar para alguém em quem as pessoas confiam — outros consumidores? Afinal, o testemunho de alguém soa como mais desinteressado e verdadeiro que uma peça publicitária, como nesse exemplo abaixo.

Se essa pessoa for um influenciador, melhor ainda. Afinal, essas pessoas têm a confiança de um grupo que se identifica com suas ideias e interesses. Se elas derem uma opinião a respeito do seu ecommerce ou de produtos que ele oferece, sua empresa pode conseguir um bom reconhecimento.

Como começar a produzir?

Quer começar a produzir vídeo marketing para ecommerce? Temos uma ótima notícia: você não precisa apostar em superproduções!

O primeiro passo para sua estratégia dar certo é estudar. Conheça bem seu público-alvo, veja quais são os vídeos que eles já curtem na web e quais são as características desse tipo de conteúdo.

Nesse processo, você também já aproveita e dá uma boa olhada na estratégia da concorrência. Veja o que eles fazem, qual é a linguagem que usam e quais são os conteúdos que mais engajam o público.

A partir daí comece suas produções. Planeje o roteiro pensando em conteúdos curtos, que despertem o interesse das pessoas e mostrem o que elas precisam saber de forma resumida e atrativa.

Também use o que você sabe a respeito dos seus consumidores para encontrar temas. Se uma pergunta é recorrente nas redes sociais ou no SAC da empresa, faça um vídeo respondendo.

Use esse diálogo como fonte de inspiração e conquiste seus clientes!

Matéria completa:
www.marketingdeconteudo.com/tendencias-de-video-marketing-para-ecommerce/
O conteúdo publicado aqui é espelhado de um conteúdo original que pode ser visualizado no link acima.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Estamos On-line 👍